menu +

Responsabilidade Social

Práticas Ambientais

ÁREA ORGÂNICA CERTIFICADA

Certificada pelo IBD (Instituto de Bio-dinâmica), a Fazenda Extrema apresenta uma parcela de área totalmente orgânica, sem aplicação de agrotóxicos ou produtos formulados sintéticos. Acompanhada por auditoria periódicas pela Certificadora, a Fazenda Extrema orgulha-se por ter sido a Primeira Fazenda do RN a produzir não somente a Cana-de-açúcar, mas também a Cachaça Orgânica, com o apoio do SEBRAE/RN em seu Programa de Certificação da Cachaça.

USO DE BAGAÇO DE CANA COMO FONTE DE CALOR NA CADEIRA E ALIMENTAÇAO BOVINA

A partir da extração do caldo de cana para a posterior fermentação e destilação, tem-se o bagaço de cana com significativo poder calorífico para alimentar a caldeira que irá gerar vapor na etapa de destilação. Esta ação é muito importante pois garante o não uso de madeira e por conseqüência a derrubada de árvores para confecção de lenha para queima em fornos de caldeira. O excedente de bagaço é por sua vez comercializado para fonte de volumoso para criadores de gado, para fornecimento na época em que as pastagens ficam em descanso por se tratar de período seco do ano.

SANEAMENTO BÁSICO

Ter o Meio-ambiente protegido é um dos objetivos principais da Agroindustrial Extrema. Pensando nisso, executou-se, com 100% de recursos próprios, um Plano de Saneamento Básico de forma completa: coleta, tratamento e por fim destino seguro dos efluentes. Esse plano ultrapassou as fronteiras da Fazenda Extrema, alcançando também uma parte da cidade de Pureza-RN, onde até então não existia nenhuma casa saneada. Salienta-se que neste município apresenta a maior nascente em vazão do Estado do Rio Grande do Norte, sendo da mais absoluta necessidade o Sistema de Saneamento para proteger o lençol freático e por conseqüência o Rio Maxaranguape que abastece a população de 6 municípios adjacentes a Pureza.

REUSO DE VINHAÇA E ESGOTO TRATADO

O Sistema Ambiental da Fazenda Extrema também compreende atividades de reuso, utilizando para isso a Vinhaça (subproduto da Fabricação de Cachaça) e Esgoto Tratado. O primeiro, rico no elemento químico potássio, é complementar ao segundo que por sua vez é rico nos elementos nitrogênio e fósforo. Dessa forma, portanto, dá se a fórmula N-P-K, amplamente utilizada na fonte nutricional dos vegetais. A partir daí usa-se esse fertilizante líquido na hidroponia forrageira e em gotejamento do milho que produzirá sementes para hidroponia.

REUSO DE CINZAS

Em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Laboratório de analise de Concreto, percebeu-se a excelente aplicação de um subproduto: as cinzas provenientes da queima do baga;co de cana na caldeira. Numa proporção de 10 a 15% em substituição ao cimento, economiza-se em material de construção e garante uma ótima aplicação para um resíduo sem diminuir resistência ao concreto.

CIRCUITO FECHADO DE VAPOR

A agroindustrial Extrema faz em sua fábrica uma importante ação técnica que resulta em enorme benefício ambiental: o uso racional da água potável. Apresenta-se em sua caldeira Circuito Fechado de Vapor (CFV), onde toda água utilizada para geração de vapor é reutilizada para nova geração após condensamento.

USO DE ENERGIA SOLAR

Como parte integrante do Projeto de Reúso, o sistema Hidropônico utiliza energia elétrica proveniente de 2 painéis solares, que geram energia suficiente para manter em operação o distribuidor de solução nutriente 24hs por dia ligado.

PRODUÇAO PRÓPRIA DE ETANOL

Para abastecimento de seu veículo de trabalho, a Fazenda Extrema conta com sua fabricação própria de combustível: o etanol. Proveniente da bi-destilação de subprodutos da fabricação da Cachaça, a Fazenda Extrema produz 250 litros de Etanol/mês, mantendo-se isenta de compra de combustíveis e definindo uma ótima alternativa para seus subprodutos.

COLETA SELETIVA DE LIXO

Todo o canavial da Fazenda Extrema, incluindo as áreas de produção para Usinas Sucroalcooleiras, são de corte isento de queima prévia para despalha. Esta ação garante a manutenção de cobertura morta (palhada) sobre o solo faz com que aumente a eficiência no uso da água para irrigação (menor evaporação) e também diminua drasticamente o controle de ervas infestantes no canavial.

CORTE DE CANA SEM QUEIMA

Todo o canavial da Fazenda Extrema, incluindo as áreas de produção para Usinas Sucroalcooleiras, são de corte isento de queima prévia para despalha. Esta ação garante a manutenção de cobertura morta (palhada) sobre o solo faz com que aumente a eficiência no uso da água para irrigação (menor evaporação) e também diminua drasticamente o controle de ervas infestantes no canavial.

USO DE SISTEMA DE ALTA EFICIÊNCIA NA APLICAÇÃO DE ÁGUA PARA IRRIGAÇÃO

A Fazenda Extrema faz uso do Sistema Linear de aplicação de água para irrigação, com emissores de baixa deriva e atuando muito próximo ao alvo: a planta. Assim verifica-se uma eficiência no Recurso água de 90%, comparado aos 72% de eficiência para sistemas convencionais de Aspersão de água para irrigação. Salienta-se que a economia em água gera também diretamente uma grande economia em energia elétrica, visto que necessita-se um menor tempo de funcionamento do Sistema para aplicação da mesma lâmina de água efetiva.

HORTA COMUNITÁRIA

Compreendendo uma parceria com a família dos funcionários, a Fazenda Extrema promove em sua área a produção de verduras orgânicas. A Extrema entra com os canteiros e água, e as famílias com a mão-de-obra e sementes para plantio. A produção em sua totalidade é destinada às famílias dos funcionários e o excedente segue para venda na feira semanal do município e atua como renda familiar complementar.
Fotos

Reuso de Vinhaça

Reuso de Esgoto Tratado

Saneamento Básico